segunda-feira, 30 de novembro de 2015

SE CRÊS EM DEUS por Emmanuel (Chico Xavier) Livro: Coragem







Se crês em Deus, por mais te ameacem os anúncios do pessimismo, com relação a prováveis calamidades futuras, conservarás o coração tranqüilo, na convicção de que a Sabedoria Divina sustenta e sustentará o equilíbrio da vida, acima de toda perturbação.


Se crês em Deus, em lugar nenhum experimentarás solidão ou tristeza, porque te observarás em ligação constante com todo o Universo, reconhecendo que laços de amor e de esperança te identificam com todas as criaturas.

Se crês em Deus, nunca te perderás no labirinto da revolta ou da desesperação, ante os golpes e injurias que se te projetem na estrada, porquanto interpretarás ofensores e delinquentes, na condição de infelizes, muito mais necessitados de bondade e proteção que de fel e censura.

Se crês em Deus, jornadearás na Terra sem adversários,de vez que,por mais se multipliquem na senda aqueles que te agridam ou menosprezem, aceitarás inimigos e opositores, à conta de irmãos nossos, situados em diferentes pontos de vista.

Se crês em Deus, jamais te faltarão confiança e trabalho, porque te erguerás, cada dia, na certeza de que dispões da bendita oportunidade de comunicação com os outros, desfrutando o privilégio incessante de auxiliar e abençoar, entender e servir.

Se crês em Deus, caminharás sem aflição e sem medo, nas trilhas do mundo, por maiores surjam perigos e riscos a te obscurecerem a estrada, porquanto, ainda mesmo à frente da morte, reconhecerás que permaneces com Deus, tanto quanto Deus está sempre contigo, além de provações e sombras, limitações e mudanças, em plenitude de vida eterna.

Emmanuel 
por Francisco Cândido Xavier
Livro: Coragem


Eu comprei este livro ""CORAGEM"" só por causa desta prece! Refrigera a minha alma. Acalma meu coração porque eu preciso tanto crer e aceitar que meus inimigos (hk, dc entre outros) são almas enfermas e necessitados de luz.
Eu tenho esperança que eu poderei perdoá-los de coração e me libertar para sempre do convívio imperativo que nesta encarnação tive que viver. Não quero mais reencontrá-los nas próximas encarnações e por isso mesmo peço a Deus para tirar de mim este ódio, rancor que me invade quando penso nesta família que tanto mal me fez. Por que eu? Por que eu tive que passar por tantos sofrimentos junto deles? São perguntas que não tenho respostas e é por isto que eu preciso ter fé para aceitar sem saber os motivos que levam às pessoas serem más e monstruosas como eles. 
Ainda não consegui e nem sei se conseguirei algum dia nesta ou em outras encarnações, porque a ferida é grande e profunda. Sei que Deus é prefeito e nada acontece ao acaso. Eles plantaram estas sementes ruins e terão que colhê-las algum dia. Este é o karma deles quanto ao meu é conseguir entendê-los, perdoá-los e abençoá-los. 
É difícil ainda para eu aceitar que me envolvi com o pior membro deles, mas também sei que fui ludibriada porque ele dissimulou ser bom, diferente dos outros membros do clã maligno. Criticavam-os para mim deixando acreditar que era contrário a eles. Não! Ele é o pior deles por isso mesmo. 
Eu nunca tentei me vingar de nenhum deles por mais que tenham me ferido a alma, o corpo, a dignidade. Sei que apesar de tudo ainda resta em mim a esperança que a Justiça Divina caia sobre eles. Não sei se eles compreendem a dimensão do mal que me fizeram, mas de qualquer forma terão que responder e pagar conforme a lei Divina de ação e reação. Mesmo se eles agiram sem  dolo (intenção) não ficarão isentos das responsabilidades de suas ações . O crime moral deles é de natureza continuada por isso não prescreveu dentro de mim essa mágoa. Bondade ou maldade é escolha individual de cada de um nós, porém as consequências também.
Roberta Carrilho



2 comentários:

  1. Oi Roberta!
    Acho que você está certa, tenho pensamento parecido.
    Fui vítima de algo muito cruel que afetou minha vida, mas perdoo totalmente. Acho que tive que passar por isso por causa de alguma coisa de minhas vidas passadas, algum erro, e por isso tive que pagar. Mas entendi o propósito, e não sinto raiva nem ressentimentos, perdoei do fundo do meu coração. Essa pessoa que me fez mal não sabe do mal que me fez, mas é inevitável ele sofrer as consequências de seus atos.
    Acho que a partir do momento que você compreende tudo, o motivo das coisas, o carma é anulado e você evolui, pra melhor. Caso contrário fica atolado na lama, não avança, e fica várias vidas sofrendo vários tipos de doenças e problemas de todos os tipos...
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula

      Fico feliz por você ter conseguido eu infelizmente não consegui ainda perdoá-los ... nem sei se algum dia conseguirei. A dor que ainda pulsa em mim... é muito forte.

      Excluir