sexta-feira, 27 de setembro de 2013

MINHA VONTADE PÓSTUMA - ROBERTA CARRILHO (DEPOIS QUE EU MORRER FISICAMENTE)





MINHA VONTADE PÓSTUMA


Eu quero que fique registrado aqui no meu blog a minha decisão-vontade que eu Roberta Carrilho sou doadora universal de todos os meus órgãos e tecidos que puderem ser retirados para salvar outras vidas. Não quero velório e nada de despedidas porque será só a morte de um corpo. Estarei livre! O resto se for possível quero ser cremada e colocada numa urna biodegradável (abaixo) com sementes de árvores e ser plantada na cidade de Tiradentes/MG.
Quero que minhas cinzas sirvam de adubo para sementes de uma linda, frondosa e colorida árvore num lugar perto da Igreja Matriz de Tiradentes/MG; lá em cima nas montanhas, crescendo ao vento, cercada de montanhas e perto das estrelas. Não quero que nenhum parente de 1º até o 4º grau tenham acesso aos meus restos ou localização dos mesmos. Não permito que minha mãe biológica, irmãos biológicos e nenhum filho ou agregados dos mesmos possam se aproximar do meu corpo morto. Não quero falsidades nestes últimos momentos da minha passagem nesta existência. Não quero nenhum tio, tia do lado paterno (exceção: Tia Angela) ou materno, Também não quero primos ou primas (exceção: Elemara e Fernanda) cheguem perto de mim ou do que restar. Não quero cinismo para conveniências sociais. Eles nunca foram pessoas que se importaram ou foram qualquer coisa para mim... não quero que eles passem recibo de família ou de pessoas boas e amorosas. Eles não são!!! Família uma ova!!! São todos individualistas, interesseiros, falsos, egoístas que eu desprezo. Também não quero que a família amaldiçoada do Haroldo Kennedy e principalmente ele chegue perto de mim e muito menos que saibam onde ficarão enterrados ou depositados meus restos mortais. Filhas! Maria Eduarda ou Maria Tereza pelo menos desta vez sejam filhas e façam o que eu desejo. Outra coisa espero que escolham um tipo de árvore bonita que lembre a minha personalidade, o meu eu enquanto ser único criada por Deus. Deixo para vocês escolherem entre as que eu postei abaixo.  
Ah! Se der avise a Vovó (adoção) Gisélia se ela ainda estiver viva, José Maria Miguel o meu amigo feirante do Quilombo, Gilson Donizetti meu amigo da FADOM, Viviane Caetano de Melo, Didi e a Dona Alaíde (todos estão no meu face. O login e a senha estão na última folha da minha cadernetinha da Carmem Steffens que fica na bolsa) e já está bom... sem muitas frívolas e chororó. Tenham paciência. Eu estarei livre... qual é o motivo de tristeza? Têm que ficarem alegre por mim... ora bolas!
Filhas por favor façam a minha vontade!!!! O corpo é meu e quero que ele seja útil para outras pessoas e também que eu possa devolvê-lo à Terra como adubo, que seja algo útil. É um ato de gratidão por ela ter me recebido ofertando uma oportunidade de vida (mais uma vez) nesta atual existência.

Roberta Carrilho

P.S.: Filhas eu deixei o João Antônio Corrêa Filho, o Joãozinho, como meu procurador-amigo que poderá auxiliar vocês. Caso ele não as ajudem e se for preciso procurem meu amigo de Faculdade Cícero José do Couto Júnior, o Cicinho, meu super amigo que é casado com a procuradora estadual da AF,, Júnia Couto, que mora na Rua Rio Grande do Sul entre a Paraíba e Rio de Janeiro naquele prédio amarelo. Ele com certeza providenciará o que for necessário para realizar meu último desejo. Roberta Carvalho Carrilho
Joãozinho
https://www.facebook.com/joaoantonio.correafilho?fref=ts
Cicinho e Júnia Couto
https://www.facebook.com/cicero.couto.7?fref=ts
https://www.facebook.com/junia.couto.31?fref=ts

Quando você comunica a sua família e aos amigos que é um doador de órgãos, você facilita o processo de transplantes e pode salvar muitas vidas. O milagre da vida pode estar na sua decisão.




Conselho Nacional de Justiça (CNJ) Quando você comunica a sua família e aos amigos que é um doador de órgãos, você facilita o processo de transplantes e pode salvar muitas vidas. O milagre da vida pode estar na sua decisão.

Seja um doador de órgãos! #DoarEhLegal e#QuemDoaSalvaVidas 


Saiba mais sobre a campanha Doar é Legal: http://bit.ly/meoE91.



MINHA URNA
Urna biodegradável enterra as cinzas 
de morto e germina uma árvore


Nada mais simbólico do que, após a morte, uma pessoa (ou suas cinzas) ser enterrada e voltar à natureza. Para evidenciar ainda mais este simbolismo, os designers espanhóis Martín Azúa e Gerard Moliné criaram a Urna Bios, uma pequena caixa em forma de cone que pode abrigar cinzas humanas e, quando enterrada, dá inicio a uma outra vida.

É que dentro de cada urna há uma semente de planta que é escolhida pelo freguês… antes de morrer, claro! Poucos dias depois de enterrada, a planta começa a germinar e a crescer, marcando claramente o novo lugar que o antigo corpo ocupa na terra. De acordo com o site de Azúa, “a Urna Bios reintegra o homem ao ciclo de vida natural. É um ritual laico de regeneração e volta à natureza”.

Esta proposta de reintegração, é claro, não poderia prejudicar o solo. Por isso, a Urna Bios é feita com casca de coco, celulose e turfa – um material de origem vegetal – e pode se desintegrar na natureza sem impactá-la.

Você apostaria nesta forma de vida após a morte?

Quer saber mais sobre a sustentabilidade da morte? Abaixo, estão listadas várias reportagens bacanas sobre o assunto, produzidas por nós e pela revista Mundo Estranho, parceira do nosso movimento. Tem até um infográfico que explica as vantagens ecológicas da cremação.





Leia também:
Modelos de árvores que eu quero ser depois que eu desencarnar:


AMARILIS PAXINI AIRES
PAU FERRO (Caesalpinia ferrea)

GAMELEIRA
ABRICÓ DE MACACO (Couroupita guianensis)
CARRAPETA (Guarea guidonia)
FEDEGOSO (Senna macranthera)



FIGUEIRA BRANCA (Ficus guaranitica)

IPÊ AMARELO (Tabebuia vellosoi)
IPÊ BRANCO (Tabebuia roseo alba)

PAU BRASIL (Caesalpinia echinata)

JABUTICABEIRA (Myrciaria cauliflora)
OITI (Licania tomentosa)

PAINEIRA (Chorisia speciosa)

JACARANDÁ (Dalbergia nigra)



JEQUITIBÁ BRANCO (Cariniana estrellensis)





2 comentários:

  1. É uma grande demonstração de caridade e amor Roberta e é uma forma da gente desapegar das coisas materiais. Nando..Abraços e muita luz..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nando eu sinceramente espero que minhas filhas ou amigos, caso eu morra antes da minha mãe, possam realizar meu último desejo.
      Assim Seja!
      Abraços,

      Excluir