segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

É POSSÍVEL SER BIPOLAR E ESQUIZOFRÊNICO? voluntária Maga de Moraes (BIPOLAR BRASIL)


Foto by Andrea Francesco

No final do ano passado, o estudante mineiro de educação física, Amilton de Loyola Caíres, de 23 anos, matou a facadas o professor Kássio Vinícius Castro Gomes, de 39. Como em muitos casos de crimes bárbaros, o advogado não teve dúvidas e registrou no auto de defesa: o réu apresenta quadro de transtorno bipolar e esquizofrenia.

Não vou entrar aqui na discussão sobre a questão de crimes cometidos por bipolares ou no uso e desuso por parte de advogados da alegação de insanidade mental para livrar seus réus da prisão. Isso – e a repercussão na melhor das hipóteses confusa por parte da imprensa quando o fato envolve doença mental – é tema para outro artigo que já estou preparando.

Bipolaridade e esquizofrenia...

O que vamos pensar juntos agora é um tema, creio, menos árido, mas igualmente importante: é possível uma pessoa ter transtorno bipolar e também esquizofrenia? E, além disso, existe alguma relação entre essas duas doenças?

A resposta para a primeira pergunta é categórica: não. Cá entre nós, só faltava essa. A bipolaridade convive muito bem com várias comorbidades (ou seja, outras doenças), como transtornos de personalidade. Exemplo: uma pessoa pode ser bipolar e ter transtorno de personalidade borderline. Pode ser bipolar e epiléptica. Mas bipolar e esquizofrênica, não. Existe, sim, um quadro denominado transtorno esquizoafetivo, uma linha fina entre alguns sintomas da esquizofrenia e outros do transtorno bipolar, mas ainda existe muita controvérsia sobre esse tipo de diagnóstico.

Pesquisei em muitos livros e artigos em revistas especializadas e também confirmei com psiquiatras de primeira linha. Eu tinha bons motivos para isso, além do natural interesse como jornalista, afinal, sou bipolar, mas também sou filha de uma esquizofrênica.

Aí, surgiu outra dúvida: se essas doenças possuem forte componente genético, não seria mais natural que eu fosse esquizofrênica, e não bipolar?

Durante anos não encontrei resposta satisfatória para essa pergunta. Recentemente, porém, novas pesquisas têm demonstrado que essas doenças são, digamos, “irmãs”, com raízes genéticas semelhantes, mas que possuem comportamentos bem distintos.

Enquanto esquizofrênicos vivem encapsulados em si mesmos e apresentam um forte embotamento das emoções, nós, bipolares – nem é preciso dizer – somos um show de fogos de artifícios das emoções, vivendo entre um pólo e outro. Completos opostos, portanto.

No entanto, na hora do tratamento, por exemplo, um dos medicamentos de ponta, o Seroquel (quetiapina), é indicado tanto para esquizofrenia quanto para bipolaridade.

E não dá para esquecer que, há não muito tempo, bipolares eram constantemente diagnosticados como esquizofrênicos, uma vez que ambas doenças apresentam sintomas semelhantes. Por exemplo, um bipolar em mania pode ter delírios, assim como um esquizofrênico.

A separação entre esquizofrenia e transtorno bipolar (antes denominado psicose maníaco-depressiva) se deu no século XIX graças ao trabalho do psiquiatra alemão Emil Kraepelin. Ele acreditava que a esquizofrenia (ou “demência prematura”) era um transtorno extremamente debilitante, sem a menor chance de melhora. Já os pacientes bipolares (ou “maníacos-depressivos”) tinham um prognóstico mais positivo. Mas não sejamos severos com Kraepelin. Seu trabalho foi fundamental em uma época em que a psiquiatria era uma bagunça, em termos de definições.

Mas de lá para cá as coisas evoluíram muito. Mesmo assim, as pesquisas não são conclusivas. Dizem que a verdade está lá dentro, nos genes, mas quais são, ninguém sabe ao certo. Isso talvez explicaria porque eu posso ser filha de esquizofrênica, e ao mesmo tempo ser bipolar, sem ser uma aberração do catálogo das doenças mentais.

Espectro das psicoses...

Atualmente, fala-se em espectro bipolar, e mesmo em espectro das psicoses, um conceito interessante e mais amplo. Faz sentido: explica porque cada bipolar apresenta um quadro diferente e pede um tratamento diferenciado, da mesma forma como esquizofrênicos são únicos.

Não podemos ser bipolares e esquizofrênicos, o que é ótimo para nós e para os esquizofrênicos. Mas se realmente a base genética de ambas as doenças for única como parece ser, as pesquisas podem trazer novos medicamentos, mais eficazes e com menos efeitos colaterais. Bons para todos nós, igualmente herdeiros de doenças obviamente indesejáveis, mas únicos em nossas necessidades, comportamentos e desejos, como qualquer ser humano.

Maga de Moraes - Autora voluntária do Bipolar Brasil

http://www.bipolarbrasil.net/2011/02/ser-bipolar-e-esquizofrenico.html#more




O BIPOLAR BRASIL VOLTOU .... PARA TODAS PESSOAS QUE SÃO BIPOLARES OU NÃO E PRECISAM DE AJUDA


COMUNICADO IMPORTANTE!!!!



Amigos e amigas do blog quero comunicar com muita satisfação que o Will Brasil do BIPOLAR BRASIL voltou para a nossa alegria. Ele agora está em duas plataformas diferentes Facebook e Google + segue abaixo os links


Facebook BIPOLAR BRASIL

Google+ BIPOLAR BRASIL 

Hoje é um dia muito especial para todas as pessoas carentes de informações, aconchego, orientações, seja bipolar ou que lida com bipolares. Sim! O Will Brasil é o melhor amigo bipolar que se possa ter e graças a Deus ele resolveu voltar para todos nós com seus textos bacanas e instrutivos.


Abraços fraternos,
Roberta Carrilho


4 comentários:

  1. QUAL DE MIM SOU EU...?

    Aqui, o poeta
    não é simplesmente
    um gênio do conhecimento
    dos sentimentos humanos
    Na verdade
    não há gênio
    (e nem conhecimento)
    o que se passa
    é que não passo
    a palavra
    a personagens,
    nem empresto a voz
    a ilustres heterônimos:
    dividem-se, em mim,
    dois pólos
    que não se comunicam
    não dividem o espaço
    Cada um,
    a seu tempo
    preenche-o completamente
    assenhoream-se
    dominam-no
    como se não tivera
    outro dono
    são pólos inconciliáveis
    incomunicáveis
    incompatíveis de gênio
    senhores de si
    e as vezes de mim
    me confundem
    são cheios de razões
    não sei o que sou
    são parasitas
    alimentam-se
    da minha consciência
    e só percebo
    que não são eu
    quando se vão.
    Mas... alternam-se
    tão rapidamente
    que nem tenho tempo
    de ser eu mesmo
    Eu? Desculpem-me:
    quem sou eu?
    Não sei...
    Só sei que não sou eles
    (mas também não sou eu...)
    pois no curto espaço
    de tempo
    em que se ausentam
    sou apenas
    o vácuo,
    vazio absoluto
    Deus, olha pra mim...
    e cura-me
    antes que julguem-me
    e condenem-me
    porque
    ninguém
    irá
    exorcizar
    o que não são
    possessões
    mas dualidades:
    euforia e medo...

    http://progcomdoisneuronios.blogspot.com

    .

    ResponderExcluir
  2. Medo...
    Vontade de dar um grito,
    ou calar-se para sempre
    De ficar parado, ou correr
    De não ter existido
    ou deixar de existir (morrer)
    Não há razão quando a mente não funciona
    (redundante, não?)
    Vão extinguindo-se as questões
    mesmo sem respostas
    Perde-se, neste estágio,
    a vontade de saber.
    O futuro é como o presente:
    É coisa nenhuma, é lugar nenhum.
    Morreu a curiosidade
    Morreu o sabor
    Morreu o paladar
    parece que a vida está vencida
    Tenho medo de não ter mais medo.
    Queria encontrar minhas convicções...
    Deus está em um lugar firme, inabalável,
    não pode ser tocado pela nossa falta de confiança
    Até porque, na verdade, confio nele
    O problema é que já não confio em mim mesmo
    Não existe equilíbrio para mentes sem governo
    A química disfarça, retarda a degradação
    mas não cura a mente completamente
    e não existem, em Deus, obrigações:
    já nos deu a vida, o que não é pouco,
    a chuva, o ar, os dias e noites
    Curar está nele, mas, apenas retardaria a morte
    já que seremos vencidos pelo tempo
    (este é o destino dos homens)
    e seremos ceifados num dia que não sabemos
    num instante que mira nossa vida
    e corre rápido ao nosso encontro lentamente
    (ou rasteja lento ao nosso encontro rapidamente?)
    Sei lá...
    Mas não sei se quero estar aqui
    para assistir o meu fim
    Queria estar enclausurado, escondido...
    As amizades que restam vão se extinguindo
    e os que insistem na proximidade
    são os mesmos que insistirão na distância,
    o máximo de distância possível.
    A vida continua o seu ciclo
    É necessário bom senso
    não caia uma árvore velha, podre, sobre as que ainda estão nascendo.
    Os que querem morrer deixem em paz os que vão vivendo
    Os que querem viver deixem em paz os que vão morrendo
    Eu disse bom senso?
    Ora, em estado de pânico não se encontra bom senso
    nem princípios, nem razão, nem discernimento,
    nem força alguma
    Torna-se um alvo fácil
    condenável pelos que estão em são juízo
    E questionam: onde está sua fé?
    e respondo: ela estava aqui agora mesmo...
    ela não se extingui, mas parece que as vezes se esconde de mim...
    o problema é que, quando a mente está sem governo
    (falo de um homem enfermo)
    é como um caminhão que perde o freio
    descendo a serra do mar...
    perde-se o contato com a fé e com tudo o que há...
    e por alguns instantes (angustiantes)
    não encontramos apoio, nem arrimo, nem chão, nem parede, nem mão...
    ah... quem dera, quem dera...
    que a mão de Deus me sustente neste instante...
    em que viver é tão ou mais difícil que conjugar todos os verbos...
    porque sou, neste momento
    a pessoa menos confiável para cuidar de mim mesmo...
    tenho medo, medo...
    medo de perder o medo
    de sair da vida pela porta de saída...
    medo de perder o medo
    de apertar o botão "Desliga"...

    http://progcomdoisneuronios.blogspot.com

    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O BIPOLAR BRASIL VOLTOU .... PARA TODAS PESSOAS QUE SÃO BIPOLARES OU NÃO E PRECISAM DE AJUDA

      COMUNICADO IMPORTANTE!!!!

      Amigos e amigas do blog quero comunicar com muita satisfação que o Will Brasil do BIPOLAR BRASIL voltou para a nossa alegria. Ele agora está em duas plataformas diferentes Facebook e Google + segue abaixo os links


      Facebook BIPOLAR BRASIL
      https://www.facebook.com/bipolarbrasiloficial?pnref=lhc

      Google+ BIPOLAR BRASIL
      https://plus.google.com/109108493824621506639/posts

      Hoje é um dia muito especial para todas as pessoas carentes de informações, aconchego, orientações, seja bipolar ou que lida com bipolares. Sim! O Will Brasil é o melhor amigo bipolar que se possa ter e graças a Deus ele resolveu voltar para todos nós com seus textos bacanas e instrutivos.


      Abraços fraternos,
      Roberta Carrilho

      Excluir
  3. É possível sim apresentar concomitantemente os dois transtornos. Por que um haveria de anular outro?Cá!Por acaso, não é possível alguém ser portador de HIV e sofrer de um tipo qualquer de câncer?O que ocorre é que os psiquiatras - inteligentíssimos! - anulam uma doença para afirmar outra. Já que os sintomas são parecidos. Bem como é possível ter TOC e déficit de atenção com hiperatividade.

    ResponderExcluir